Conceito de Bijuteria Banhada

Conceito de semijoia e bijuteria banhada


Saber explicar a qualidade de uma semi-joia ou bijuteria banhada de maneira clara, é indispensável para aqueles que desejam ser revendedores de sucesso. É fundamental que as respostas estejam na ponta da língua para responder seus clientes quando necessário falar sobre a qualidade e durabilidade dos seus produtos.



No quadro abaixo detalhamos de forma simples as diferenças entre semijoia e bijuteria banhada:


O processo químico é muito importante para dar vida e durabilidade aos acessórios que você comercializa.
Várias pessoas têm curiosidade em saber o que ele significa, como funciona e quais os passos que são dados até ao resultado final de uma peça Ronê.

Trata-se de uma etapa de produção que tem como objetivo garantir a durabilidade e a beleza dos acessórios.
A esse processo químico damos o nome de GALVANOPLASTIA  que explicamos pormenorizadamente no quadro abaixo.

 

 


O banho em semi joias é dividido em diversas etapas, tendo cada uma delas características, processos e finalidades específicas. Todas essas etapas são parte da galvanoplastia, que é todo tratamento químico realizado em qualquer superfície metálica. Seguem abaixo as principais etapas do banho em semi joias:

 

Desengraxante

É realizado um processo de limpeza das peças com o uso de um desengraxante, permitindo que haja uma aderência efetiva dos banhos.

Cobre Alcalino

Nessa etapa, é depositada uma fina camada de cobre para que as micro-imperfeições do metal base não fiquem visíveis. O cobre alcalino também contribui para melhorar a aderência.

Cobre Ácido

É o processo de cobre responsável por dar brilho às peças.

Níquel Free

Aplicação de uma base de estanho e paládio antes dos processos de ouro, a fim de criar uma camada que evita a migração do cobre.

Pré Ouro

Aplica-se uma fina camada de ouro para proteger e padronizar a cor das peças.

Folheação

É o processo em que se define a camada de ouro aplicada sobre a peça, é onde se define também a diferença de durabilidade. Quanto maior a milesimagem aplicada (quantidade de ouro) mais aumenta sua durabilidade.

Cor Final

Nesse processo, é aplicada a cor final a fim de obter uma finalização de cor homogênea em todas as peças.

Verniz cataforético

É aplicado um verniz de imersão que tem como função dar uma proteção extra para a oxidação externa, maior brilho e durabilidade e criação de camada anti-alérgica para os utilizadores.

 

Tipos de banhos existentes:

Abaixo, listamos alguns tipos de banho em semijoias e bijuterias banhadas que trazem os metais nobres mais utilizados nesse processo. Veja quais são eles:

Prata

Peças banhadas em prata são bem populares e se destacam por apresentarem um bom custo-benefício, além de manterem toda uma tradição do mundo das semi joias.

A maior preocupação de quem compra esse tipo de semi joias é o escurecimento que pode ocorrer em algumas peças. Diversos fatores influenciam nessa questão, entre eles o suor, uso de perfumes e produtos de limpeza.

Por isso, o banho em prata é utilizado também para recuperar peças e assim prolongar o uso delas por muito mais tempo.

Ouro

Junto com o banho de prata, o banho de ouro é o mais conhecido quando falamos em tipos de banho em semi joias / bijuterias banhadas. A aplicação de ouro pode ser feita nas mais variadas quantidades, sendo a resistência à corrosão influenciada por essa quantidade de ouro aplicada.

Realizar banhos de ouro em longa escala exige o uso da tecnologia e aparelhos específicos como os retificadores eletrônicos para garantir a similaridade das peças, ou seja, que uma não receba uma camada muito maior de ouro do que a outra do mesmo modelo.

Ródio

O ródio é uma excelente alternativa à prata. Existem dois tipos de ródios: branco e negro. O custo dele é mais alto, porém o custo-benefício é bem atraente, afinal ele apresenta grande capacidade de aumentar a durabilidade das joias por influenciar a qualidade em diversos aspectos.

Revestir uma peça com ródio ajuda a proteger uma peça de ser riscada ou sofrer outros danos. Vale dizer que, devido ao uso constante e o contato com a pele, esse revestimento pode sair, tornando necessário realizar um novo banho de ródio.

O ródio também é o responsável pelo brilho final de joias feitas em ouro e que precisam atingir uma coloração mais branca. Normalmente, essas peças usam uma liga metálica com cerca de 75% de ouro e o restante de outros materiais. Quando terminadas, porém, a cor fica com um tom mais amarelado, sendo recomendado passar por um banho de ródio branco para garantir um acabamento brilhante.

A escolha entre ródio branco e negro diz respeito somente ao tipo de tom que se deseja atingir, já que, no geral, eles apresentam qualidade próxima em termos de durabilidade .

Grafite 

O banho de grafite visa dar à semi joia um tom mais escuro. A referência é o tom da pedra ônix, por isso há quem prefira chamar ele de banho de ônix.

Após realizar o banho de grafite, é recomendado pincelar uma camada fina de verniz para garantir mais durabilidade ao acabamento.

Esse banho serve tanto para qualificar o acabamento de uma semi joia como para recuperar peças que já apresentam uma certa deterioração.   

Porém, é importante saber que existem metais específicos para receber esse banho. São eles:

  • latão / tombac;
  • cobre;
  • inox;
  • ligas de estanho.

 

Aspetos técnicos da galvanoplastia:

Depois do banho final, existe um processo importante dentro da galvanização que é a secagem. Nela, as peças são colocadas em fornos ou centrífugas para que sejam eliminados qualquer resíduo de água.

Caso isso não seja feito, há grande chance da peça ficar com marcas, o que pode ser considerado uma avaria e fazer a semi joia perder valor de mercado.

Sobre o tempo de imersão, ele varia conformes os objetivos e tipo de metal usado para realizar o banho. A espessura da peça também é um fator que influencia bastante na imersão que será realizada.

Na imersão, a espessura do revestimento utilizado surge pela forma e velocidade com que o banho metálico é dado. Tudo isso tem o intuito de prolongar a vida útil do metal utilizado, sendo a proteção o principal mecanismo para que isso aconteça.

A estética também se destaca após ser realizado um processo de galvanização, até mesmo pelo fato desse investimento trazer um diferencial e garantir maior qualidade às peças. 

Recomendações:

Na RONÊ, produzimos e comercializamos, maioritariamente, bijuterias plaqueadas / banhadas.  Isto é, todas as nossas peças levam uma camada fina/banho de material nobre (ouro / prata / ródio). Portanto, assim como nas semi-joias ou como em qualquer bijuteria, existem alguns cuidados e recomendações de uso necessários para manter o bom estado e brilho natural de todas as peças.

  • Evite o contacto das suas Bijuterias RONÊ com cremes, detergentes, protetores solares, sabonetes, perfumes, banhos ou semelhantes, pois os seus resíduos podem deixar as peças opacas ou leitosas;
  • Evite tomar banho de mar, piscinas e/ou rios com as peças;
  • Em qualquer procedimento estético, procure tirar as peças, evitando assim o eventual contacto com produtos químicos;
  • Evite lavar louças ou fazer trabalhos manuais que possam gerar atrito com as bijuterias banhadas;
  • Evite o contacto com superfícies ásperas.
  • Cuidado ao guardar, para que não risquem ou enrolem uma nas outras. Pendurar os colares ou conservar na embalagem podem ser ótimas ideias.
  • Para limpeza das peças use flanela mágica e outros produtos indicados; 
  • Não deixe as bijuterias banhadas expostas ao sol; 
  • Evite dormir com as bijuterias, para que não se amassem ou danifiquem; 
  • Evite tomar banho com as bijuterias, para que não percam o seu brilho com o contacto com produtos; 
  • Coloque as peças pelo menos 20 min. depois de aplicar um cosmético.